8 Dicas: Facilita a tua vida com um recém-nascido

Aqui ficam algumas dicas de como facilitar a tua vida com um bebé recém-nascido.

(See this in english on TopTenMom Blog)

1º Confia no teu bebé

Os bebés, ao nascer e pelos primeiros meses de vida, são seres, sobretudo, instintivos. O teu bebé diz-te do que precisa – e não precisa de muito. Bastam-lhe um par de braços e maminha em modo self-service.

Aproveita para descansar junto do teu bebé, deitados. Aproveita toda a ajuda possível para dar colo ao bebé e garantir que satisfazes, também, as tuas necessidades básicas.

O contacto é uma necessidade primordial para o teu bebé. Tão essencial como ser alimentado.

2º Faz contacto pele a pele todos os dias

Alimenta o teu bebé – através da pele. A pele é o maior órgão do nosso corpo. Todos os órgãos do teu bebé precisam de ser cuidados e alimentados, e este não é exceção.

 Os recém-nascidos usam, sobretudo, dois sentidos: o tato e o olfato. O contacto com a tua pele permite-lhe satisfazer a sua necessidade de toque e odores. O toque com a tua pele mantém-no aquecido, tranquilo e alimentado.

Como podes saber se estás a alimentar suficientemente o teu bebé? Mantém-no junto do teu corpo ou de outro cuidador significativo por, no mínimo, 2 horas por dia. Idealmente um recém-nascido nunca sairia do colo de um adulto. Nunca. Noite e dia junto do corpo de um cuidador. É disso que um bebé precisa quando nasce.

3º Amamenta frequentemente e a pedido

Os bebés mantidos em contacto com a mãe pela maior parte do dia mamam mais frequentemente e eficazmente. São bebés que permanecem tranquilos e, por isso, despendem menos energia a chorar e a aquecer-se por si mesmos. Não precisam de despender calorias importantes para manter o seu corpo, por isso usam-nas para crescer.

Um bebé que permanece todo o tempo em contacto com os pais, é um bebé que mama sem dificuldade e com a frequência necessária para crescer de forma adequada.

Mamar a cada hora, duas horas, ou o que for, não é um capricho. É mesmo uma necessidade!

4º Dorme quando o bebé dorme e come quando o bebé come

Podes dormir junto do teu bebé, respeitando algumas regras de segurança. Descarrega aqui o Guia – Partilhar a cama com o bebé UNICEF.

Esta é a melhor forma das mães conseguirem descansar. Sempre que estiveres cansada, deita-te com o teu bebé. Ele pode mamar, se quiser, e tu podes dormir. O facto de se manter junto do teu corpo induz o sono, também, no bebé, e ajuda-o a dormir melhor. As mães que descansam junto dos seus bebés reportam melhor qualidade de sono, não só por despertarem menos, mas também porque as hormonas assim o ajudam.

Aproveita para comer e beber quando o teu bebé também o faz. Um pano/sling pode ajudar nisso, assim como uma almofada de amamentação – é um dos momentos em que uma almofada destas pode dar bastante jeito.

5º Carrega o bebé num porta-bebés fisiológico

Um pano ou sling pode ser muito útil em vários momentos do teu dia – ou em todo o teu dia! A ideia do pano/sling é substituir os teus braços para que os tenhas livres. O bebé pode continuar ao colo e ser carregado por um porta-bebés que o sustente – exatamente da mesma forma que tu o farias.

Não queres um marsupio ou outro estilo de porta-bebés, em que o teu bebé fica numa posição pouco confortável para ele e para ti. Queres um porta-bebés que dê colo ao teu bebé, tão bem quanto os teus próprios braços! Ou seja, que envolva o bebé nas costas, lhe segure o tronco e apoie bem a cabeça, e sustente por baixo do rabinho (dando apoio de joelho a joelho).

Num porta-bebés deste género, tu e o teu bebé podem andar coladinhos todo o dia, fazer contacto pele-a-pele sempre que quiserem, e os teus braços ficam livres para fazeres outras coisas de que precises.

6º Restringe as visitas às pessoas com que tenhas maior intimidade

Os primeiros dias, semanas, da vida de um bebé e recém-mãe, são muito sensíveis. São bem-vindos todos aqueles com quem te sentes perfeitamente à vontade para ter o bebé junto do teu corpo, amamenta-lo, carrega-lo. Todos aqueles que sabes que não irão provocar uma resposta de stress em ti e no teu bebé. Todos os que irão ajudar-te e acarinhar-te.

7º Pede e aceita ajuda com tarefas domésticas

Acabaste de ter um bebé! O teu corpo trabalhou TANTO ao longo de 9 meses. Passou por um esforço incrível para, em conjunto com o teu bebé, pô-lo no mundo. Agora está concentrado em manter o teu bebé quente, alimentado, confortável, feliz. Aceita toda a ajuda que te oferecerem. Se não oferecerem, não tenhas medo de pedir!

Pessoas que rodeiam recém-mães: Por favor, levem-lhes comida. Vão ajuda-las a manter-se confortáveis e alimentadas. Um corpo que dá vida a outro corpo precisa de ser muito acarinhado e reverenciado. Infelizmente, perdemos, na nossa cultura ocidental, o que outras culturas ancestrais mantêm – a reverência pela Mulher-Mãe, o respeito e cuidado por ela.

Se não tiveres familiares ou amigos/as que possam ajudar-te, podes pedir o apoio de uma doula pós-parto. Para saberes mais sobre isto, clica aqui: http://porto.amamenta.net/doulaacompanhamento-pos-parto/

8º Pede apoio na amamentação assim que surgem dificuldades

Se, apesar de tudo isto, sentes-te insegura na amamentação do teu bebé, ele não aumenta de peso, sentes dor quando dás de mamar, os teus mamilos estão feridos, o teu bebé não consegue mamar, ou qualquer outro problema… Pede apoio! Há profissionais com formação para prestar esse apoio.

No SNS, poderás encontrar alguns médicos e/ou enfermeiros com essa formação, em hospitais e cantinhos de amamentação de centros de saúde.

Também existem clínicas privadas e outras organizações com esse apoio. Na Rede Amamenta, acreditamos que todas as mães, pais e bebés têm direito a ter um profissional dedicado, com formação atualizada e vontade genuína de te apoiar e transmitir confiança. Podes encontrar a Amamenta mais próxima, aqui: http://amamenta.net/onde-estamos/

APROVEITA E DESFRUTA – De ti mesma/o, do teu corpo pós-parto – que é incrivelmente concebido para cuidar de um bebé! – e do teu bebé 🙂

Um beijinho a todas as recém-mamãs e papás,

Filipa dos Santos  (mãe de 2 filhos, assessora de lactação, conselheira em aleitamento materno, doula, consultora de babywearing)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *